(49) 3621-0795 ameosc@ameosc.org.br


São Miguel do Oeste

A extração de madeira principalmente o pinho, se constitui no elemento determinante da colonização da zona onde se localiza o município de São Miguel do Oeste, no extremo Oeste de Santa Catarina. Em meados de 1940 começaram a chegar as primeiras famílias na localidade para trabalhar na firma Barth, Benetti & Cia Ltda., que extraía e exportava madeiras. A partir de então vieram outros pioneiros numa maioria esmagadora oriundos do Rio Grande do Sul.

Em 1943 construi-se a primeira igreja, tendo como padroeiro São Miguel Arcanjo, protetor dos madeireiros. No ano seguinte foi criado o reitorado. Nesta mesma época chegou a então à "Vila Oeste", denominação escolhida pelos migrantes ao lugar, o reverendíssimo padre Aurélio Canzi. Entre 1940 à 1948 o impulso de desenvolvimento da colonização foi reprimido pela grande seca, que não permitiu a exportação de madeira, e o surto de febre tifóide, que por falta de medicamentos, vitimou inúmeras pessoas.

A 21 de agosto de 1949, vários habitantes se reunirão no salão paroquial, quando fundaram a sociedade amigos de Vila Oeste, cujo objetivo era promover a criação do distrito, que veio a acontecer em 21 de dezembro do mesmo ano, através da Lei 25-A. Transformado em distrito, a localidade passou a chamar-se São Miguel do Oeste, numa junção dos nomes "Vila Oeste" e "São Miguel Arcanjo".

Em 30 de dezembro de 1953, a Assembléia Legislativa aprovou a Lei no 133, passando São Miguel do Oeste a Município, sendo que sua instalação ocorreu a 15 de fevereiro de 1954. A primeira eleição aconteceu em 03 de outubro de 1954, tendo sido eleito prefeito Olímpio Dalmagro



Associação dos Municípios do Extremo Oeste de Santa Catarina
Rua Padre Aurélio Canzi, 1628 Bairro: Centro São Miguel do Oeste - SC
CEP: 89900-000
Fone / Fax: (49) 3621-0795
E-mail: ameosc@ameosc.org.br